Visita Encydia-Wikilingue.com

Dinâmica social

dinâmica social - Wikilingue - Encydia

Entende-se como dinamismo social o fluir dos costumes e crenças de uma sociedade.

Conteúdo

Introdução

A mudança se evidência através das interacções da cada pessoa com o resto social e como o conjunto afecta ao indivíduo, marcando um comportamento de comunicação global de sujeitos relacionados entre si. As formas e convenções da dinâmica social estão marcadas pela história e sujeitas, por tanto, a uma mudança permanente.

A interacção social resultante da dinâmica, expressa graus sociais, estabelecendo campos de acção que se expressam mediante a diferenciación do statu social. Na interacção social, teria primeiro que estabelecer a capa ou campo social sobre o que se vai observar aos indivíduos e como estes influem mutuamente e adaptam seu comportamento em frente aos demais. A cada indivíduo vai formando sua identidade específica na interacção com os demais membros de seu campo social na que tem que acreditarse.

Artigo em desenvolvimento

Estão a reunir-se fontes de:

  • Videos da história do mundo.
  • The Psychology of Language and Thought - Source: Dialogues on the Psychology of Language and Thought (Plenum, 1983) Noam Chomsky interviewed by Robert W. Rieber.
  • Syntactic Structures: ISBN: 3-11-017279-8
  • A cultura do medo: Ensaio do livro 'Colômbia: A democracia genocida'.
  • Pensamento novo: Entrevista de Tomás Ibáñez aparecida no programa 'O Canelo Nº50', de Dezembro de 1993.
  • ARTE, MENTE E CÉREBRO Uma aproximação cognitiva à criatividade.
  • Estruturas da Mente: A Teoria das Inteligências Múltiplas - ISBN: 958-38-0063-5
  • Vygotsky e a formação social da mente, Capítulo 3: As origens sociais das funções psicológicas superiores.
  • Teorias Contemporâneas da Aprendizagem, Editorial Paidós, Buenos Aires, Argentina, 1974. Em onde se analisa a Kurt Lewin.
  • A teoria do campo e a aprendizagem.
  • Uma teoria dinâmica sobre a personalidade.
  • Princípios da Psicologia Topológica.
  • Teoria do Campo em Ciências Sociais.

Se alguém deseja ajudar na integração das fontes neste artigo, será boas-vindas a ajuda.

Dinâmica no indivíduo

No bebe[1]

Formação das faculdades psicomotrices. Maduración da área reticular do cérebro que processa a realidade psicomotriz, sensorial, reflete e de interacção com o médio. Madura-se o campo da consciência referida como o primeiro dos campos da dinâmica social.

O menino quando nasce só traz o sistema parasimpático desenvolvido, a aprendizagem que começa com os novos estímulos do médio iniciam o desenvolvimento do sistema simpático, este não é mais que a formação novas de sinapsis, e estas vão regulando a actividade desse sistema nervoso em madures, a educação desde a mãe e os estímulos ambientais são os que determinam o primeiro contacto com a realidade e a maduración do cérebro.

No menino[2]

Formação das faculdades de cosmolocalización. Maduración da área reticular do cérebro que processa a realidade psicoafectiva, emotiva, comunicativa e de interacção com o médio social. Madura-se o campo da consciência referida como o segundo dos campos da dinâmica social.

No adolescente[3]

Formação das faculdades de reprodução. Maduración da área reticular do cérebro que processa a realidade do que é bom e mau, elaboração de julgamentos de valor, flutuação comunicativa e de interacção com o médio hostil. Madura-se o campo da consciência referida como o terceiro dos campos da dinâmica social.

No adulto[4]

Formação das faculdades de cooperação. Maduración da área reticular do cérebro que processa a realidade do que é competente e competitivo, elaboração de imagens mentais, comunicação fluída e de interacção com o médio para o tornar social. Madura-se o campo da consciência referida como o quarto dos campos da dinâmica social.

Na maturidade[5]

Formação das faculdades criativas. Maduración da área reticular do cérebro que processa a realidade do que é emotivamente sostenible, desenvolvimento de uma cosmovisión integral, resistência comunicativa entre o médio e o indivíduo proporcional ao grau de integração das redes neuronales de inteligência, e ao diferencial da inteligência social, criando campos de relação de maior ou menor tensão nas interacções com o médio social por entender o que comunica a pessoa madura, consumo de recursos emocionais pelas relações estabelecidas com o médio para tratar de concienciarlo. Madura-se o campo da consciência referida como o quinto dos campos da dinâmica social.

No doente[6]

Destruição dos enlaces sinapticos que têm governado a eficácia de sua interacção até esse momento, feridas emocionais, sentimento de inutilidad, desesperanza e aceitação de seu estado. Processo de duelo que não termina se a doença é de caracter degenerativa.

Campo social com base na pirâmide de Maslow

Todo o campo estabelece-se pela expressão das propriedades singulares de um evento particular.

Campo de interacção com o médio

Na pirâmide de Maslow denomina-lha: Necessidades fisiológicas básicas.

Campo de interacção valorativo

Na pirâmide de Maslow denomina-lha: Segurança

Campo de interacção afectivo-sentimental

Na pirâmide de Maslow denomina-lha: Afiliación.

Campo de interacção social

Na pirâmide de Maslow denomina-lha: Reconhecimento.

Campo de interacção criativa

Na pirâmide de Maslow denomina-se-lhe: Autorrealización.

A formação de um líder

Estilos de liderança

Inteligência, drogas[7] e cérebro[8]

Sistema cannabinoide endógeno

É o estudo da sociedade em general e sobre echos passados quanto a seu comportamento e sua evolução para o futuro

Sistema dopaminérgico

Opiaceos e tranquilizantes

Fumo e álcool

As redes de comunicação

Realimentar a interacção

Motivações e ideais

Dinâmica na história[10]

As primeiras culturas

A antigüedad clássica

O mundo cristão

O Islão medieval

Culturas precolombinas

Europa na idade moderna

Os povos de asia

Novas culturas

A origem do mundo contemporâneo

Século XX, o acordar da ciência

Século XXI, o acordar da consciência

Referências

  1. Mariano Trillo - Psiquiatra Infanto-Juvenil - Aula de pais - Psicologia infantil e juvenil - Oceano Multimédia
  2. Nicolas Philibert - Psicologia infantil: Ser e ter - Maïa Flims: Pierre Benqué - Tatiana Bouchain - Isabelle Bras - Pauline Lhe Pallec
  3. Maria Luisa Ferrerós - Neuropsicologa clínica - Psicologia na adolescencia (de 13 a 20 anos) - Tema C Esfera Afectiva - Tibidabo Edições, S.A.
  4. DR. Rodriguez delgado - Psicologia adulta: Videos da UNED - Vicerectorado de meios, impressos e audiovisuais. CEMAV 2003 Como processamos as emoções - Choramos porque estamos tristes ou estamos tristes porque choramos?
  5. Em transição de mudança de referência
  6. Ainda por inserir referência
  7. Drogas e cérebro - Arte France Distribution - Novaprod OWL - France 2005
  8. O corpo humano, o universo do cérebro - Uma série coproducida por BBC, The Learning Channel e produzida por Richard Dá-lhe
  9. Investigação e ciência - Temas 11 - Biologia do envejecimiento - Jean-Claude Ameisen: Suicídio Celular. Pag. 10
  10. História do mundo, Universidade Nacional Espanhola a Distanica - UNED
Obtido de http://ks312095.kimsufi.com../../../../articles/a/r/t/Encydia-Wikilingue%7EArt%C3%ADculos_solicitados_2358.html"