Visita Encydia-Wikilingue.com

Educação secundária

educação secundária - Wikilingue - Encydia

A educação secundária (também se denomina educação média, segundo ensino, ensino secundário, ensino médio, bachillerato ou estudos médios) é a que tem como objectivo capacitar ao aluno para prosseguir estudos superiores ou bem para incorporar ao mundo trabalhista. Ao terminar a educação secundária pretende-se que o aluno desenvolva as suficientes habilidades, valores e atitudes para conseguir um bom desenvolvimiento na sociedade. Em particular, o ensino secundário deve brindar formação básica para responder ao fenómeno da universalización da matrícula; preparar para a universidade pensando em quem aspiram e podem continuar seus estudos; preparar para o mundo do trabalho aos que não seguem estudando e desejam ou precisam incorporar à vida trabalhista; e formar a personalidade integral dos jovens, com especial atenção nos aspectos relacionados com o desempenho cidadão.


Pode ser uma educação secundária comum para todos os alunos ou diversificada em vias formativas segundo as saídas posteriores.

As modalidades, ao mesmo tempo, podem ter diversas especializações e orientações que te permitem te formar em temas específicos.

Por exemplo, na educação técnico profissional, prepara-se maioritariamente para o trabalho após abandonar a escola secundária, nesta modalidade treina-se ao aluno para que aprenda uma carreira técnica ou industrial. secundária mexicana oferece diversas modalidades de atenção:GENERAL, TECNICA, TELESECUNDARIA E PARA TRABALHADORES

Conteúdo

Educação secundária no mundo

Em muitos países não é obrigatória e as idades variam muito de uma nação a outra, conquanto pelo comum cobre a etapa da adolescencia.

Argentina

Na Argentina, a educação secundária é obrigatória e dura 5, 6 ou 7 anos, segundo o tipo de escola ao que coincida o aluno. Nos três últimos anos, os alunos podem optar por cinco modalidades diferentes: Ciências Sociais e Humanidades; Economia e Gestão das Organizações; Produção de Bens e Serviços; Ciências Naturais e CAD (Comunicação, Arte e Desenho). Em algumas províncias, ainda perdura o sistema antigo: sete anos de primária e cinco ou seis anos(em caso de Industrial ou Agroindustrial) de secundária. Desde 1990 até hoje, a educação na Argentina tem mudado várias vezes, o que afectou à escola secundária. Capital Federal e algumas províncias conservaram o sistema de 7 anos de primária e 5 de secundária (a excepção do CNBA E o "Carlos Pellegrini" cujo 6ª ano) é optativo, enquanto outras mudaram pelo sistema de EGB e Polimodal.

Primeiro ano de secundária: 12-13 anos
Segundo ano de secundária: 13-14 anos
Terceiro ano de secundária: 14-15 anos
Quarto ano de secundária: 15-16 anos
Quinto ano de secundária: 16-17 anos
Sexto ano de secundária: 17-18 anos
Sétimo ano de secundária (só em escolas técnicas e agrotécnicas) 18-19 anos.

Na parte de primária os alunos se capacitan para poder entrar à secundária, com alguns conhecimentos básicos. Esta linha de anos contém uma quantidade de dez matérias, incluindo as áreas especiais: plástica, educação física e música. Nesta área os garotos estão em um pleno crescimento onde contêm recreios longos para poder compartilhar jogos e fazer sociais com outros garotos. Na parte de secundária os garotos já se fazem adolescentes e muda sua forma de comportamento e sua figura física. Já não contêm recreios longos senão que muito curtos para poder descansar das matérias. Têm quinze matérias onde os professores capacitados lhes ensinam coisas avançadas para poder sair com uma orientação. Ainda que actualmente o nível de enseñanaza secundário não sempre atinge para conseguir uma base de arranque para a universidade.

Ver também: Polimodal

Chile

No caso de Chile a educação secundária é obrigatória. Denomina-se ensino médio e compõe-se de quatro níveis, aos que se chamam cursos ou anos. Começa com primeiro médio (14-15 anos) e finaliza com quarto médio (17-18 anos). Existem duas modalidades do ensino secundário em Chile, a enseñanaza "Científico Humanista" que é comum aos demais países latinoamericanos, e como segunda modalidade a enseñanaza "Técnico Profissional" que procura para o alumnado um nível técnico e médio de conhecimento em actividades agrícolas, industriais e comerciais.

Até o ano 1996, existiam os institutos comerciais em diversas cidades de Chile[cita requerida]. Neles se dava educação média especializada e com um ano adicional aos demais colégios ou liceos. Ademais os alunos egresaban e apresentavam um estudo ou memória de alguma repartición ou empresa. Com isso aprovado, recebiam títulos de Técnico de comando médio" como: Contador geral, Secretariado administrativo, Publicista, entre outros.

Posteriores reformas ao sistema educacional, eliminaram este tipo de estabelecimentos e voltou-se ao regime de oito anos de educação básica e quatro anos de ensino média.

Os títulos actuais que se obtêm são de Técnico de nível médio" ou auxiliar nas especialidades que dá um liceo comercial, politecnico ou escola industrial. Em alguns deles se dão dois tipos de electivos de ensino que são: Educação Tradicional e Educação Dual. Na primeira, o aluno assiste em cem por cento às aulas durante terceiro e quarto médio. No caso do sistema Dual, o aluno assiste média jornada ao estabelecimento educacional e na outra em uma empresa ou indústria da zona, em onde fica a cargo de um Maestro Guia que o começa a preparar para seu futuro desempenho.

No caso dos liceos comerciais. Uma das especialidades mais apreciadas é Contabilidade [cita requerida] que é conducente a um grau de Técnico em Contabilidade. Assim também nos liceos ou escolas industriais as especialidades mas dadas são electrónica e mecânica.

Colômbia

O primeiro fim da educação, contemplado na lei que a regula, é o pleno desenvolvimento da personalidade.

Em Colômbia é o segundo ciclo da educação geral. Consta de seis anos divididos em educação básica secundária e educação média .

A educação básica secundária consta de quatro graus, a cada um de um ano de duração, nomeados de sexto a nono grau, esta educação, segundo a Lei geral de educação 115, é obrigatória para toda a população. A educação média consta de dois graus: décimo e undécimo, e tem o carácter de académica ou técnica.[1]

Nos graus da educação média técnica pretende-se que o estudante eleja de acordo a suas habilidades e preferências a opção na qual deseja aprofundar seus estudos. Em general poucos colégios oferecem uma real oportunidade para a educação técnica em que seus estudantes se desempenhem no mundo trabalhista com vantagens competitivas sobre outros estudantes. A educação média académica, o que procura é brindar aos estudantes conociemientos mais avançados sobre áreas como física, química, trigonometría, cálculo infinitesimal, estatística e economia, sem deixar as áreas que se vinham vendo na básica secundária. Esta educação está presente a todos os colégios de educação secundária e ao a finalizar, dá o título de bachiller ao graduando, e assim poder ingressar à educação superior.assim

A seguir, as principais áreas na cada um dos graus da secundária básica e meia:

-Sexto: Aritmética, Inglês, Geografia e História, Biologia, entre outras.

-Sétimo: Aritmética, Inglês, Geografia e História, Biologia, entre outras.

-Oitavo: Álgebra, Inglês, História, Biologia, Literatura latinoamericana, entre outras.

-Nono: Álgebra, Geometria plana, Inglês, História, Biologia, Literatura latinoamericana, entre outras.

-Décimo: Trigonometría, Geometria análitica, Estatística, Economia, Filosofia, Inglês, Química, Física, Literatura espanhola, entre outras.

-Undécimo: Cálculo, Estatística, Economia, Filosofia, Inglês, Química, Física, Literatura européia, entre outras.

Espanha

Em Espanha abarca desde os 12 até os 16 anos. Uma etapa chamada Educação Secundária Obrigatória (E.S.Ou), que vai desde os 12 até os 16 anos e onde se distinguem 4 cursos.[2]

Estados Unidos

Artigo principal: High School

Ver a secção Estados Unidos no artigo High School. EEUU

México

Em México , a educação secundária é obrigatória e necessária. Tem uma duração de três anos, sendo o nível imediato superior da educação primária (que dura 6 anos).Como a educação secundária é parte da "educação básica" esta é dada gratuitamente nos planteles do estado, ainda que também se pode cursar em instituições privadas. Pelo geral o aluno ingressa à secundária à idade de 12 anos e sai aos 15 anos (aproximadamente), continuando com o Bachillerato (melhor conhecido como "Preparatoria"). Este nível é o predecessor à universidade.

Os chamados bachilleratos não estão incluídos na preparação obrigatória de México, para ingressar a bachillerato publico é necessário ter concluído satisfatoriamente a educação secundária (e ter acreditación disso) e fazer um exame por parte da COMIPEMS (No Distrito Federal), é a que leva a cabo a realização dos exames, a classificação de estudantes, e a entrega de resultados. Por parte dos bachilleratos privados (Manejados por Universidades privadas pelo geral) pode ou não se requerer um exame de rendimento.

Em México a educação secundária dividem-se em três modalidades: secundárias gerais, secundárias técnicas e telesecundarias, actualmente encontram-se em um processo de consolidação da reforma a seus planos e programas de estudo que iniciou em 2005, já que no ciclo escolar 2008-2009 egresará a primeira geração de alunos educativos com o novo desenho curricular.Como último trecho de escolaridad básica obrigatória, a educação secundária deve articular com os níveis de preescolar e primária para configurar Critérios para o desenho do plano de estudos Os critérios gerais que a seguir se apresentam serviram como guia para a construção dos programas de todas as matérias que conformam a educação secundária: 􀂃 Considerar ao perfil de egreso como ponto de partida para todas as matérias. 􀂃 Introduzir elementos que promovam mudanças na organização da vida escolar. 􀂃 Promover práticas educativas centradas no entendimento dos conceitos fundamentais.um sozinho ciclo formativo com propósitos comuns, práticas pedagógicas congruentes, bem como formas de organização e de relação interna que contribuam ao desenvolvimento dos estudantes e a sua formação como cidadãos democráticos. II. PERFIL DE EGRESO DA EDUCACION BASICA Para avançar na articulação da educação básica estabeleceu-se um Perfil de egreso que define o tipo de cidadão que se espera formar em seu passo pela educação obrigatória; assim mesmo, constitui um referente obrigado do ensino e da aprendizagem nas aulas, uma guia dos maestros para trabalhar com os conteúdos das diversas matérias e uma base para valorizar a eficácia do processo educativo. O perfil de egreso propõe um conjunto de rasgos que os estudantes deverão ter ao termo da educação básica para desenvolverse em um mundo em constante mudança. Ditos rasgos são resultado de uma formação que destaca a necessidade de fortalecer as concorrências para a vida, que não só incluem aspectos cognitivos senão os relacionados com o afectivo, o social, a natureza e a vida democrática, e seu lucro supõe uma tarefa compartilhada entre os campos do conhecimento que integram o currículo ao longo de toda a educação básica. Rasgos desejáveis do egresado de educação básica Os planos e programas de estudo têm sido formulados para responder aos requerimientos formativos dos jovens das escolas secundárias, para dotá-los de conhecimentos e habilidades que lhes permitam desenvolverse e participar activamente na construção de uma sociedade democrática. Assim, como resultado do processo de formação ao longo da escolaridad básica, o aluno:

a) Utiliza a linguagem oral e escrito com clareza, fluidez e adequadamente, para interactuar em diferentes contextos sociais. Reconhece e aprecia a diversidade linguística do país.

b) Emprega a argumentación e o razonamiento ao analisar situações, identificar problemas, formular perguntas, emitir julgamentos e propor diversas soluções.

c) Selecciona, analisa, avalia e compartilha informação proveniente de diversas fontes e aproveita os recursos tecnológicos a seu alcance para aprofundar e ampliar suas aprendizagens de maneira permanente.

d) Emprega os conhecimentos adquiridos com o fim de interpretar e explicar processos sociais, económicos, culturais e naturais, bem como para tomar decisões e actuar, individual ou colectivamente, em aras de promover a saúde e o cuidado ambiental, como formas para melhorar a qualidade de vida.

e) Conhece os direitos humanos e os valores que favorecem a vida democrática, os põe em prática ao analisar situações e tomar decisões com responsabilidade e apego à lei.

f) Reconhece e valoriza diferentes práticas e processos culturais. Contribui à convivência respetuosa. Assume a interculturalidad como riqueza e forma de convivência na diversidade social, étnica, cultural e linguística.

g) Conhece e valoriza suas características e potencialidades como ser humano, se identifica como parte de um grupo social, empreende projectos pessoais, se esfuerza por conseguir seus propósitos e assume com responsabilidade as consequências de suas acções.

h) Aprecia e participa em diversas manifestações artísticas. Integra conhecimentos e saberes das culturas como médio para conhecer as ideias e os sentimentos de outros, bem como para manifestar os próprios.

i) Reconhece-se como um ser com potencialidades físicas que lhe permitem melhorar sua capacidade motriz, favorecer um estilo de vida activo e saudável, bem como interactuar em contextos lúdicos, recreativos e desportivos. (Acordo 384 do Set. 2009)


Com base no Acordo Secretarial 384 da Secretaria de Educação Pública, estabelece O Plano e os Programas de Estudo 2006 para a Educação Secundária e define um espaço curricular em Primeiro grau, para que baseados nos Lineamientos Nacionais para a Selecção e desenho dos Programas da Matéria Estatal, a cada entidade federativa elabore um ou vários programas que respondam ao contexto e às necessidades e interesses dos adolescentes.

Assim também uma das propostas inovadoras plasmadas neste Acordo 384, o é o espaço de Orientação e Tutoría, designando uma hora à semana destinado para o diálogo e reflexão dos alunos, coordenados por um tutor, que é um maestro. (Educação Básica. Secundária. Plano de Estudos 2006. SEP).

Actualmente a Educação Telesecundaria tem passado por um processo de reforma do qual se desprendem várias bondades relacionadas principalmente com a renovação do modelo pedagógico que se desenvolve nas aulas, o qual está fortalecido com apoios didácticos tais como: a implementação de ferramentas como os portafolios de avaliação tanto de alunos como docentes para a avaliação integral, permanente, formativa e sumativa das aprendizagens obtidas• Programas de televisão que podem ser observados de maneira flexível mediante a rede satelital Edusat. • Livro de aluno. • Livro do maestro (que contém em redução o livro do aluno, a planeación de actividades por sessão, a dosificación de conteúdos, as tácticas didácticas, as evidências que deverão ser incorporadas ao portafolio, entre outros). • Antología e Guia da cada matéria para o maestro. • Plano e programa de estudo por matéria dos três graus. • Plano e programa de estudo para secundária 2006. • Mediateca da cada matéria por grau (videos e interactivos para actividades escoares). • Biblioteca de aula e escolar.

Porto Rico

À educação secundária em Porto Rico denomina-se-lhe escola superior, e está baseada no sistema de high schools dos Estados Unidos. Consiste dos graus 10 a 12 e segue-lhe à escola intermediária (graus 7, 8 e 9). 1

Peru

No caso do Peru a educação secundária dura 5 anos, normalmente desde os 12 aos 16, salvo se o estudante repete no ano escolar (em alguns casos dos 13 até os 17). Ao acabar a secundária, o ex-aluno pode postular directamente a uma universidade. No entanto, devido ao sistema de admisión das universidades públicas (a cada universidade selecciona a seus alunos através de um exame), têm-se popularizado os centros de estudos pré-universitários. Ditos centros não fazem parte do sistema educativo formal. São lugares nos que os egresados de secundária podem, opcionalmente, preparar para o exame de admisión.

Uruguai

No Uruguai o ensino secundário é de 6 anos, e divide-se em dois ciclos: Ciclo Básico (Primeiro a terceiro ano) e Bachillerato Diversificado (Quarto a sexto ano).

1er ano liceal compreende os 12 e 13 anos; 2do ano, 13 e 14 anos; 3er ano, 14 e 15 anos; 4to ano, 15 e 16 anos; 5to ano, 16 e 17 anos; e 6to ano, 17 e 18 anos.

O aluno, depois de finalizado em seu primeiro ano de bachillerato, deve optar uma das quatro diversificaciones a realizar no ano entrante (2º BD): Ciências Sociais e Humanidades, Biológica, Científica, e instaurada para a reformulación 2006, a diversificación Arte e Expressão.

Novamente, para seu próximo ano (3º BD), volta-se a eleger uma das diferentes opções, conforme à cada diversificación previamente eleita para 2º BD. Os estudantes que tenham cursado a diversificación Ciências Sociais e Humanidades, promovem a terceiro ano de bachillerato optando entre Social Humanística ou Social Económica; os que tenham cursado a diversificación Biológica, promovem a terceiro ano de bachillerato optando entre Ciências Biológicas ou Ciências Agrárias; os que tenham cursado a diversificación Científica, promovem a terceiro ano de bachillerato optando entre Matemática e Desenho ou Físico Matemática; e finalmente, os que tenham cursado a diversificación Arte e Expressão, promovem a terceiro ano de bachillerato optando entre Arte e Expressão ou Matemática e Desenho.

Educação Secundária no Uruguai
5º Ciências Sociais e Humanidades 6º Social Humanístico
6º Social Económico
5º Biológico 6º Ciências Biológicas
6º Ciências Agrárias
5º Cientista 6º Físico Matemática
6º Matemática e Desenho
5º Arte e Expressão
6º Arte e Expressão
Ciclo Básico (CB) Bachillerato Diversificado (BD)

Venezuela

Veja-se Bachillerato secção Em Venezuela.

Referências

  1. Ministério de Educação Nacional. Lei geral de educação 115 de 1994. Bogotá. 1995
  2. Lei Orgânica de Classificação do Sistema Educativo (LOGSE). A LOGSE, tem sido substituída pela LOE, ainda que mantém a estrutura de cursos e etapas anteriormente exposta.

Enlaces externos

Obtido de http://ks312095.kimsufi.com../../../../articles/a/r/t/Artes_Visuais_Cl%C3%A1sicas_b9bf.html"