Visita Encydia-Wikilingue.com

Ion

ion - Wikilingue - Encydia

Para outros usos deste termo, veja-se Ion (desambiguación).
Solução de sal comum em água. O cloruro sódico do sal decompõe-se em iones sodio e cloruro.
Ion amonio.

Um ion ou ión (do grego ión (ἰών), participio presente de ienai "ir", daí "o que vai") é uma partícula carregada constituída por um átomo ou molécula que não é electricamente neutra. Conceitualmente isto se pode entender como que a partir de um estado neutro se ganharam ou perdido elétrons, e este fenómeno se conhece como ionización.

Os iones carregados negativamente, produzidos pelo ganho de elétrons, conhecem-se como aniones (que são atraídos pelo ánodo) e os carregados positivamente, consequência de uma perda de elétrons, se conhecem como cationes (os que são atraídos pelo cátodo).

'Anión' e 'catión' significam:

'Ánodo' e 'cátodo' utilizam o sufixo '-odo', do grego odos (-οδος), que significa caminho ou via.

Um ion conformado por um sozinho átomo denomina-se ion monoatómico, a diferença de um conformado por duas ou mais átomos, que se denomina ion poliatómico.

Conteúdo

Energia de ionización

Artigo principal: Energia de ionización

A energia necessária para separar completamente o elétron mais debilmente unido da corteza electrónica de um átomo em seu estado fundamental, e de tal maneira que no elétron arrancado não fique nenhuma energia residual (nem potencial nem cinética) se denomina primeira energia de ionización e o potencial eléctrico equivalente (isto é, a energia dividida pelo ónus de um único elétron) se conhece como o potencial de ionización. Estes termos também se empregam para descrever a ionización das moléculas e os sólidos, mas os valores não são constantes como a ionización pode estar afectada por factores como: a temperatura, a química e a geometria superficial.

As unidades do sistema internacional, (SE) para a energia de ionización são o J/mol, ainda que usam-se com mais frequência os KJ/mol, quando se refere a quantidades molares e eV (elétron-volt) quando se refere a átomos individuais.

Classes de iones

Aniones

Artigo principal: Anión

Nos iones negativos, aniones, a cada elétron, do átomo originalmente neutro, está fortemente retido pelo ónus positivo do núcleo. Ao invés que os outros elétrons do átomo, nos iones negativos, o elétron adicional não está vinculado ao núcleo por forças de Coulomb, o está pela polarización do átomo neutro. Devido à curta faixa desta interacção, os iones negativos não apresentam séries de Rydberg, Um átomo de Rydberg é um átomo com um ou mais elétrons que têm um número cuántico principal muito elevado.Em poucas palavras são todos os metaloides com ónus positivo. Como conclusão se chegou a que os aniones são iones negativos aos quais lhes atraem os anodos

Cationes

Artigo principal: Catión

Os cationes são iones positivos. São especialmente frequentes e importantes os que formam a maior parte dos metais.

Outros iones

Plasma

Artigo principal: Plasma

Denomina-se plasma a um fluído gasoso de iones. Inclusive, pode-se falar de plasma em mostras de gás corrente que contenham uma proporção apreciable de partículas carregadas. Pode-se considerar a um plasma como um novo estado da matéria, (aparte dos estados sólido, líquido e gasoso), concretamente o quarto estado da matéria, já que suas propriedades são muito diferentes aos estados usuais. Os plasmas dos corpos estelares contêm, de maneira predominante, uma mistura de elétrons e protones, estimando-se que sua proporção é de 99,9% do universo visível.[1]

Algumas aplicações dos iones

Os iones são essenciais para a vida. Os iones sodio, potasio, calcio e outros, jogam um papel essencial na biologia celular dos organismos vivos, em particular nas membranas celulares. Há multidão de aplicações baseadas no uso de iones e a cada dia descobrem-se mais. Desde detectores de fumaça a motores iónicos. Os iones inorgánicos dissolvidos são um componente dos sólidos (sólidos totais dissolvidos) presentes na água e indicam a qualidade desta.

Veja-se também: Potencial electroquímico

Iones frequentes

Cationes Frequentes
Nome comum Fórmula Nome tradicional
Cationes simples
AlumínioAo3+Alumínio
BarioBa2+Bario
Berilio2+Berilio
CesioCs+Cesio
CalcioCa2+Calcio
Cromo (II)Cr2+Cromoso
Cromo (III)Cr3+Crómico
Cromo (VI)Cr6+Percrómico
Cobalto (II)Co2+Cobaltoso
Cobalto (III)Co3+Cobáltico
Cobre (I)Cu+Cuproso
Cobre (II)Cu2+Cúprico
Galio Ga3+Galio
HelioTenho2+(partícula α)
HidrógenoH+(Protón)
Ferro (II)2+Ferroso
Ferro (III)3+Férrico
Chumbo (II)Pb2+Plumboso
Chumbo (IV)Pb4+Plúmbico
LitioLi+Litio
MagnésioMg2+Magnésio
Manganês (II)Mn2+Hipomanganoso
Manganês (III)Mn3+Manganoso
Manganês (IV)Mn4+Mangánico
Manganês (VII)Mn7+Permangánico
Mercurio (II)Hg2+Mercúrico
Niquel (II)Nem2+Niqueloso
Niquel (III)Nem3+Niquélico
PotasioK+Potasio
PrataAg+Argéntico
SodioNa+Sodio
EstroncioSr2+Estroncio
Estaño (II)Sn2+Estanoso
Estaño (IV)Sn4+Estánico
ZincoZn2+Zinco
Cationes poliatómicos
AmonioNH4+
HidronioH3Ou+
NitronioNÃO2+
Mercurio (I)Hg22+Mercurioso
Aniones frequentes
Nome formal Fórmula Nome alternativo
Aniones simples
ArseniuroAs3−
AzidaN3
BromuroBr
CarburoC4−
CloruroCl
FluoruroF
FosfuroP3−
HidruroH
NitruroN3−
ÓxidoOu2−
PeróxidoOu22−
SulfuroS2−
YoduroI
Oxoaniones
ArseniatoAsO43−
ArsenitoAsO33−
BoratoBO33−
BromatoBrO3
HipobromitoBrO
CarbonatoCO32−
HidrógenocarbonatoHCO3Bicarbonato
CloratoClO3
PercloratoClO4
CloritoClO2
HipocloritoClO
CromatoCrO42−
DicromatoCr2Ou72−
YodatoIO3
NitratoNÃO3
NitritoNÃO2
FosfatoPO43−
HidrógenofosfatoHPO42−
DihidrógenofosfatoH2PO4
PermanganatoMnO4
FosfitoPO33−
SulfatoSO42−
TiosulfatoS2Ou32−
HidrógenosulfatoHSO4Bisulfato
SulfitoSO32−
HidrógenosulfitoHSO3Bisulfito
Aniones de ácidos orgânicos
AcetatoC2H3Ou2
FormiatoHCO2
OxalatoC2Ou42−
HidrógenooxalatoHC2Ou4Bioxalato
Outros aniones
HidrógenosulfuroHSBisulfuro
TelururoTe 2−.
AmiduroNH2
CianatoOCN
TiocianatoSCN
CianuroCN
HidróxidoOH

Notas

  1. Plasma, Plasma, Everywere SCIENCE@NASA Headline news, Space Science n° 158, september 7, 1999.

Veja-se também

Obtido de http://ks312095.kimsufi.com../../../../articles/a/n/d/Andorra.html"