Visita Encydia-Wikilingue.com

Moana Pozzi

moana pozzi - Wikilingue - Encydia

Moana Pozzi
Moana Pozzi
Moana Pozzi
Nome real Anna Moana Rosa Pozzi
Nascimento 27 de abril de 1961, Itália
Bandera de Italia
Morte 15 de setembro de 1994
França
Estatura 1,78 m.

Anna Moana Rosa Pozzi (Génova, 27 de abril de 1961 - Lyon, 15 de setembro de 1994 ) foi uma actriz porno, modelo e presentadora de televisão de nacionalidade italiana.

Algumas fontes consideram-na «a maior `pornostar┬┤ do mundo, acima de Cicciolina ». Ainda que esta faceta eclipsó todo o demais, Moana também participou em filmes convencionais, trabalhou como presentadora de televisão, desfilou como modelo de passarela para Karl Lagerfeld e teve uma fugaz participação no mundo da política. Suas amizades elogiavam-na como inteligente, optimista e locuaz. Isso não tira que suscitou vários escândalos, um deles por um livro no que revelou suas relações com várias personagens ilustres. Levou uma vida relativamente tranquila e sem os vaivenes emocionais de outras estrelas do género porno, conquanto seu prematura morte por um cancro deu um toque trágico a sua biografia.

Na contramão do que se supunha, seu nome artístico Moana não derivava da palavra inglesa «moan» («gemido»), senão que é uma palavra polinesia que significa «o fundo mais profundo do mar».

Conteúdo

Vida e carreira

Primeiros anos

Moana Pozzi nasceu em uma família católica muito conservadora de Génova. Estudou em um colégio de freiras, depois foi ao Liceo Scientifico e durante seis anos estudou guitarra clássica em um conservatorio.

Aos 18 anos de idade, começou a participar em concursos de beleza e a posar para artistas, e decidiu transladar-se a Roma. Seus pais sofreram um choque quando souberam que trabalhava no mundo do erotismo, e lhe aconselhavam que se dedicasse ao teatro, conquanto não duvidaram na ajudar quando foi necessário.

Em televisão e com Fellini

Em seus primeiros filmes (de erotismo suave) aparecia com o nome de Linda Heveret. Paralelamente, começou a trabalhar em televisão com seu nome real, de tal modo que profissionalmente manteve uma dupla personalidade.

Em 1981 apresentava o programa juvenil Tip Tap 2 no segundo canal da Rai, e converteu-se em uma convidada recorrente em outros espaços televisivos a modo de ingrediente picante, por presença física e facilidade de palavra. Fez pequenos papéis em filmes convencionais, e assim em 1985 participou (sem acreditar) no filme Ginger e Fred de Federico Fellini.

No porno na Europa e Estados Unidos

Em 1986, Moana entrou no porno da mão do director Riccardo Schicchi, e começou a rodar múltiplos filmes destinados ao formato vídeo para consumo doméstico. Assim, em pouco tempo se converteu em uma figura de culto para os aficionados ao género. Ao ano seguinte obteve um emprego como presentadora no programa Jeans 2, mas sua faceta porno já era notoria, pelo que recebeu duras críticas que questionavam que fosse apropriada para tal posto, e teve que o deixar. No entanto, poucos meses depois foi contratada para o programa Matrjoska (depois rebaptizado como L'arava fenice), do canal Itália 1. Dance-los de Moana mais ou menos nua (em ocasiões, tampada com celofán transparente) causaram sensação e foram muito comentados, ainda que ela resultava diferente por sua atitude sonriente e por suas coreografas refinadas, sem cair no grosseiro.

No final dos anos 80 Moana Pozzi deu o salto a Estados Unidos, participando em vários filmes porno da poderosa indústria californiana. Em frente às pornostars americanas, que luziam implantes de silicona e atitude agressiva, Moana resultava diferente por seu físico natural, pele muito branca e atitude de aparente inocência.

Um livro censurado

...Uma inocência só aparente. Em 1991 publicou o livro Filosofia dei Moana, uma espécie de dicionário onde detalhava suas fantasías e opiniões, mas cujo conteúdo mais explosivo era uma série de reseñas ou pontuações sobre numerosos famosos com os que afirmou se ter relacionado. Lançou uma edição de 20.000 instâncias costeada por ela mesma, para o qual fundou uma nova editorial (Moana's Clube). No livro mencionou a personagens do cinema como Harvey Keitel, Massimo Troisi e Roberto Benigni, a quem puntuó com um 8, mas seguramente a cita mais atrevida foi a relativa a um político que todos identificaram como Bettino Craxi. Em um caso de censura encoberta, o livro desapareceu da venda e é difícil de encontrar.

Nesse mesmo ano, Moana contraía casal com Antonio dei Ciesco, nas Vegas. Tinham-se conhecido dois anos dantes em Lampedusa , e foram estreitando sua relação quando Moana lhe empregou como condutora.

Nesse mesmo ano, Moana participava em um filme de animação titulada Moanaland. Foi o único filme de tal técnica premiada no Erotic Festival de Nova York, e é considerada agora como de culto.

Incursão na política

Em 1992 Moana apresentou-se com Ilona Staller (Cicciolina) liderando o chamado Partito dell'Amore, partido político de repercussão mediática européia. Não obteve resultados reseñables, mas sua popularidade atingiu cotas ainda maiores, e já para então tinha lavrado uma estimable fortuna. Vivia em uma cobertura milionária em Roma e rodeada de luxos.

Em 1993 voltou a suscitar polémica quando desfilou como modelo de passarela para Karl Lagerfeld em Milão. As críticas foram furibundas, mas Lagerfeld defendeu-a dizendo: «As mulheres comuns caminham como Moana e como modelos ao 50%». A presentadora e humorista Sabina Guzzanti (depois famosa pelo filme Vivo Zapatero!) imitou-a em um sketch em seu programa Avanzi. A popularidade de Moana era apoteósica.

Repentina morte

Moana faleceu em uma clínica de Lyon em setembro de 1994, vítima de um cancro de hígado. A notícia apanhou desprevenidos a todos, e surgiram várias conjecturas. Para alguns comentaristas, Moana seguia viva em estado terminal, e preferia difundir sua morte para evitar que tentassem fotografar com um aspecto demacrado. Para outros, realmente não estava doente e tinha decidido empreender outra vida, para o que simulava sua morte. Mas o verdadeiro é que o cancro se lhe manifestou depois de uma viagem à Índia com seu marido.

Após a morte de Moana estalló uma batalha legal entre seus pais e seu viúvo, Antonio dei Ciesco, por sua herança milionária. Existia um documento de Moana com suas últimas vontades, mas não estava assinado, e provavelmente os pais consideravam que o casamento celebrado nas Vegas carecia de validade e que os herdeiros legítimos eram eles e não Antonio. O luxuoso apartamento de Moana foi desvalijado por desconhecidos.

Dez anos após sua morte, Moana Pozzi seguia de actualidade. Em 2004 publicou-se um detalhado livro sobre ela, e em 2006 o jovem Simone Pozzi desvelou que não era um irmão menor de Moana tal como se dizia, senão um filho secreto. Disse que contá-lo-ia tudo em um livro, Moana, tutta a verità.

Em abril de 2007 deu-se a conhecer a próxima saída de outro livro, este devido ao viúvo de Moana, Antonio dei Ciesco. Ele assegurava ter sido seu esposo legal e inclusive quem lhe ajudou a morrer quando estava em fase terminal, após que ela lhe disse: «Quero-te Antonio. Ter-te-ei a ti e todo o que temos vivido juntos. Estou cansada, dou-me conta de que não serei a mesma..., ajuda-me, protege-me e põe fim a meu sofrimento». Segundo ele contou, cumpriu sua missão permitindo que entrassem borbulhas de ar pelo cano do gotero, mas isto não é muito convincente. O presidente da Associação de Anestesistas do Lazio (Itália), Quirino Piacevoli, assegura que esse método de eutanásia é «dudoso», pois considera que requer introduzir muitas borbulhas de ar para acabar com a vida de uma pessoa.

Filmografía

  1. Abissi veniali (1995)
  2. Alla pressione (1995)
  3. Doppio contatto anale (1995) (V)
  4. Fremiti bollenti (1995)
  5. Gorgo della lussuria, Il (1995)
  6. Lezioni anali (1995)
  7. Milly: Fine, Crazy and Fancy (1995) (V) (as Moana)
  8. Offerta indecente (1995)
  9. Prendila è tua (1995) (V)
  10. Naked Goddess 2 (1994) (V)
  11. Canal stars ovvero tocco magico dei Moana (1993)
  12. Naked Goddess (1993) (V)
  13. Putana, A (1993) (V)
  14. Vedo nodo (1993)
  15. Amami (1992) .... Anna Venturini

... aka Daddy Dom't Blush (UK)

  1. Castello do piacere, Il (1992) (V)
  2. Double Crossings (1992)
  3. Eccitazione fatale (1992)
  4. Professoresse dei sessuologia applicata, Lhe (1992)
  5. Buco profondo (1991)
  6. Crossing Over (1991) (V)
  7. Donne dei Mandingo, Lhe (1991)

... aka Passionate Lovers (USA)

  1. Malibu Spice (1991) (V) .... Gina

... aka Malibu Nights (UK)

  1. Manbait (1991)

... aka The Last Couple

  1. Manbait 2 (1991) (V) (as Moana)
  2. Backfield in Motion (1990) (V)
  3. Cicciolina e Moana ai mondiali (1990)

... aka Mundial sex (Italy: video title) ... aka Sexy Mundial '90 ... aka World Cup

  1. Ecstasy (1990)
  2. Gioco dei seduzione (1990)

... aka Game of Seduction

  1. Moana l'insaziabile (1990) (V)
  2. Nothing Pessoal (1990)
  3. Rise of the Roman Empress 2 (1990)

... aka The Lust Resort

  1. Tutte lhe provocazioni dei Moana (1990)
  1. Beefeaters (1989)
  2. Diva futura (1989)
  3. Provocazione (1988) .... Vanessa

... aka Summer Temptations (USA)

  1. Bottega do piacere, A (1988)
  2. Moana e... lhe altre regine (1988)
  3. Chiamami (1987)
  4. Fantastica Moana (1987)
  5. Moana, a bela dei giorno (1987)
  6. Moana a scandolosa (1987)
  7. Piaceri (1987)
  8. Vizi segreti degli italiani quando credono dei non essere visti, I (1987)
  9. Ginger e Fred (1986) (uncredited)

... aka Federico Fellini's Ginger & Fred (USA: DVD box title) ... aka Ginger and Fred (USA) ... aka Ginger et Fred (France) ... aka Ginger und Fred (West Germany)

  1. Doppio misto (1986) (TV) .... Virginia
  2. Pompieri, I (1985) .... Moglie dei Nicola
  3. Bon roi Dagobert, Lhe (1984)

... aka Dagobert (Italy) ... aka Good King Dagobert (International: English title)

  1. ...e a vita contínua (1984) (TV) .... Rossana

... aka ...und dás Leben geht weiter (West Germany)

  1. A teu per teu (1984)
  2. Fuga dal Bronx (1983) .... Juana

... aka Bronx Warriors 2 (Europe: English title) ... aka Escape 2000 (International: English title) ... aka Escape from the Bronx (USA)

  1. Delitto carnale (1983)

... aka Killing of the Flesh (USA) ... aka Sensual Murder (USA)

  1. Paulo Roberto Cotechiño centravanti dei sfondamento (1983)
  2. Vacanze dei Natale (1983) (as Anna Moana Pozzi) .... Luana
  3. W a Foca! (1982) (as Anna Moana Pozzi) .... Esempio clinica
  4. Borotalco (1982) .... Ragazza nuda in piscina
  5. Vieni avanti cretino (1982) .... Accompagnatrice in fabbrica
  6. Valentina, ragazza in calore (1981) (as Linda Heveret) .... Valentina

... aka Valentina, Girl in Heat (USA)

  1. Erotic Flash (1981)

... aka Homo Eroticus

  1. Miracoloni, I (1981)
  2. Compagna dei viaggio, A (1980) (as Anna Maria Pozzi)

Participou em uma centena de filmes; a italiana Guardami inspira-se em sua vida.

Bibliografía

Enlaces externos


Modelo:ORDENAR:Pozzi, Moana

Obtido de http://ks312095.kimsufi.com../../../../articles/a/r/t/Artes_Visuais_Cl%C3%A1sicas_b9bf.html"