Visita Encydia-Wikilingue.com

Neonato

neonato - Wikilingue - Encydia

Neonato ao momento de nascer.

Um neonato ou recém nascido é um bebe que tem 27 dias ou menos desde seu nascimento, bem seja por parto ou por cesárea .[1] [2] A definição deste período é importante porque representa uma etapa muito curta da vida; no entanto, nela sucedem mudanças muito rápidos que podem derivar em consequências importantes para o resto da vida do recém nascido. O termo ajusta-se a nascidos pretérmino, a termo ou passados os 9 meses da gravidez.

Durante os primeiros 30 dias de vida, podem-se descobrir a maioria dos defeitos congénitos e genéticos. Não todas as anomalías genéticas se manifestam por sua clínica no momento do nascimento, mas com o manejo adequado, se podem descobrir, prevenir e tratar grande parte das doenças do novo ser humano.

O recém nascido pode apresentar aspectos muito diferentes atendendo a numerosos factores próprios, de sua mãe ou do período gestacional. Por outra parte, existem numerosos fenómenos transicionais, derivados da adaptação do neonato ao novo meio no que se desenvuelve. Este facto implica uma série de mudanças, a maioria previsíveis, que estabelecem a norma do desenvolvimento e crescimento infantil e que tendem a assinalar o aparecimento de signos patológicos.

Conteúdo

Valoração do neonato

Depois do nascimento, levam-se a cabo uma série de provas cuja função é determinar o estado de saúde do recém nascido; diferenciando variantes de normalidade e fenómenos temporários de signos clínicos de doença; e realizar um cribado para detectar, tratar e seguir neonatos de risco.

No postparto imediato

Recém nascido a termo, note-se a coloración azulada das mãos e pés, reduzindo sua pontuação de Apgar por um ponto.

Pretende-se valorizar a correcta adaptação do recém nascido a seu novo meio. Para isso se realizam as seguintes acções:

Durante as primeiras 24 horas

História neonatal

Uma anamnesis exhaustiva deve tratar de conseguir todos os dados possíveis da saúde da mãe, sendo de especial importância aqueles que indiquien algum tipo de risco de sepsis ou asfixia para o menino. Estes interrogatórios devem começar dantes do nascimento e a avaliação do recém nascido na mesma sala de parto, agrupando-se da seguinte forma:[10]

Nos primeiros dias é normal que o recém nascido perca peso, já que se vai deshidratando ao passar de um médio líquido a um gasoso. Dita perda de importância é mais acusada em 2º - 3º dia, mas recupera o peso sobre o 10º dia. Também perde peso em suas primeiras fezes (meconio) e nas primeiras urinas. As mães diabéticas têm um maior risco de ter um recém nascido com macrosomía.

Antropometría

Artigo principal: Antropometría

O nascer é o momento adequado para pesar, talhar e medir ao bebé (incluindo o perímetro cefálico), e estudar os dados ajustados em percentiles e por idade gestacional. A classificação mais utilizada[14] é a internacional adaptada, os telefonemas curvos de Lubchenco (ou curvas de Battaglia e Lubchenco).[15] [16]

Exploração física

Nesta prova avalia-se de maneira rápida a função respiratória do neonato, dandole uma pontuação que, contrário ao acostumado sistema de APGAR, a pontuação baixa é a do melhor prognóstico:[17]

  1. Recém nascido com 0 pontos, sem asfixia.
  2. Recém nascido com 1 a 3 pontos, com asfixia leve.
  3. Recém nascido com 4 a 6 pontos, com asfixia moderada.
  4. Recém nascido com 7 a 10 pontos, com asfixia grave.

Às 48 horas

Convém reevaluar ao neonato às 48 h, dantes de dar-lhe alta. Todas as anotações realizadas serão úteis para a avaliação que realiza o pediatra depois da alta.

Cuidados habituais do neonato

Medidas gerais

Profilaxis de doenças prevalentes

Veja-se também: Sepsis neonatal

Diagnóstico precoz de doenças

Prova do talón

A prova do talón ou tamiz consiste em pinchar um talón do neonato para extrair umas gotas de sangue para sua posterior análise. Esta prova realiza-se entre os 5 e 7 dias. Serve para a detecção precoz de várias doenças:

Otoemissões acústicas

O estudo da audição do neonato permite diagnosticar e tratar surdezes precoces. Realiza-se passadas 24 ou 48 horas depois do parto, quando se eliminou o líquido do conduto auditivo externo. Convém repetir ao mês. hipotiroidismo às 24 h de nascer fenilcetonuria: do 4 ao 6 dia

Hidratación e nutrición

Recém nascido pré-termo moderado, de 3 dias de nascido, lactando.

As necessidades energéticas do neonato são de 60 quilocalorías por kg e dia para manter o peso, e de 100 a 200 para um ganho ponderal. O início da lactancia materna tem de ser o mais precoz possível, preferivelmente nas primeiras 12 horas de vida. Não obstante, além das precauções devidas se existem antecedentes de asfixia , convém esperar um tempo sempre que cumpram-se os seguintes critérios:

Manipulação

O recém nascido é um indivíduo extremamente dependente, que deve ser manipulado com atenção e cuidado. Os profissionais de saúde qualificados, como os especialistas de enfermaria, podem ajudar a instruir com detalhe aos pais e familiares, em especial aqueles que são pais adoptivos, primeiros pais, etc.

Desenvolvimento normal do neonato

Recém nascido.

Parámetros físicos de um neonato ao nascimento

Na longitude influem factores genéticos e as condições de gestación. A diferença do peso, não costuma ter perda fisiológica de talha. O perímetro cefálico ou craneal mostra indirectamente em que condições está o cérebro (macro ou microcefalia). Pelo geral, o tórax tem 1 cm menos que o perímetro craneal.

O perímetro torácico oscila entre 31 e 35 cm.

Perda de importância fisiológica

Todos os bebés perdem peso depois do nascimento nos primeiros dias, isto é normal e se deve a factores fisiológicos como são a expulsión do meconio (até 90 g), a queda do cordão umbilical e a eliminação do vérnix caseoso. A perda pode chegar até um 10% do peso do neonato.

Comunicação

A primordial forma de comunicação que possui um bebé é o pranto. Os motivos do pranto dão-se segundo seu grau de frequência. Mediante o pranto o bebé expressa seu desejo de alimentar-se, de não estar só, de incomodidad térmica (frio ou calor) e de incomodidad por motivo da urina ou as fezes além de por algum mal-estar devido a uma doença.

Desenvolvimento motor e reflejos

As extremidades de um neonato estão descordinadas, seu movimento é torpe e de ambos lados do corpo ao mesmo tempo, os movimentos são toscos, espontáneos, reflejos (ej. reflito de Moro, de Babinski, etc), o neonato responde a estímulos externos mediante tremores e contracções musculares além de movimentos involuntarios. Suas extremidades encontram-se flexionadas para acima, os punhos fechados à altura da cabeça. O polegar pelo comum permanece dobrado baixo os demais dedos. Se toca-se-lhe uma palma de uma mão fecha ambas mãos, sendo este reflito básico para medir o desenvolvimento psicomotriz do bebé.

Também é útil saber que o bebé deve manifestar os seguintes reflejos: Orientação ou busca, Succión, Tónico cervical ou do pescoço, Prensión, Babinski e de andar.

Reflejos do recém nascido

A pele e anexos do recém nascido

A pele do recém nascido é um comum factor de predição da provável idade gestacional[13] e caracteriza-se por:

O cráneo

Olhos

Boca

Ouvido

Não ouvem bem porque têm um gel que o impede, mas a audição vai em aumento, sobretudo para os sons bruscos e agudos.

Tórax

Abdomen

Genitais

Veja-se também

Referências

  1. Medline Plus visto 14 de setembro de 2007.
  2. «"Neonate"». Merriam-Webster on-line dictionary. Merriam-Webster. Consultado o 27-03-2007.
  3. Pontuação completa em www.kidshealth.com. Último acesso o 14 de setembro de 2007.
  4. a b [Enfermaria em Cuidados Críticos Pediátricos e Neonatales] (março de 2008). «Tabelas de Interesse em Pediatría» (em espanhol). Consultado o 30 de março de 2008.
  5. University of Maryland Medical Center (outubro de 2006). «APGAR» (em espanhol). Consultado o 30 de março de 2008. «Um puntaje de 8 a 10 é normal e indica que o recém nascido se encontra em boas condições. Um puntaje de 10 é muito incomum e quase todos os recém nascidos perdem um ponto por pés e mãos azulados.»
  6. J. S. CRAWFORD, P. DAVIES, e J. F. PEARSON, M.B. SIGNIFICANCE OF THE INDIVIDUAL COMPONENTS OF THE APGAR SCORE (em inglês). British Journal of Anaesthesia, 1973, Vol. 45, Não. 2 148-158. Último acesso 30 de março, 2008.
  7. a b MedlinePlus (outubro de 2007). «Idade gestacional» (em espanhol). Enciclopedia médica em espanhol. Consultado o 30 de março de 2008. «Após o nascimento, a avaliação do peso, a talha, o perímetro cefálico, o estado da pele e do cabelo, os reflejos, o tom muscular, a postura e os signos vitais do bebé podem fornecer uma idade gestacional de desenvolvimento," a qual pode não corresponder à idade gestacional por calendário. Por exemplo, um bebé nascido com uma idade gestacional de 36 semanas pode realmente ter uma idade gestacional de desenvolvimento de 38 semanas e, portanto, comportar-se mais como um bebé a termo que como um bebé prematuro.»
  8. [Associação InfoGen] (2007). «Desnutrición Intrauterina - Atraso do Crescimento Intrauterino» (em espanhol). Consultado o 30 de março de 2008.
  9. O teste completo com as pontuações exactas pode-se consultar na página oficial da Dra. Jeanne L. Ballard. visto 14 de setembro de 2007. Em inglês.
  10. Veja-se Saúde da Mãe, do Recém Nascido e do Menino (em espanhol). Organização Mundial para a Saúde (janeiro, 2006). visto 30 de março, 2008.
  11. Crespo, Isaac; Valera, José; Gonzales, Gustavo F; Guerra García, Roger. Crescimento e desenvolvimento de meninos e adolescentes a diversas alturas sobre o nível do mar (em espanhol). Acta andin;4(1):53-64, 1995. visto 30 de março 2008.
  12. a b Poletti, Oscar Héctor, et a o. (2000). Antropometría materna e factores de risco para peso baixo, talha baixa e prematurez do recém nascido (em espanhol). Universidade Navional do Nordeste. visto 30 de março 2008.
  13. a b c d [CanalSalud] (2007). «O recém nascido normal» (em espanhol). Telemedicine World. Consultado o 30 de março de 2008.
  14. Uma das duas opções permitidas pelo Regulamento Oficial Mexicana de 1993. Último acesso o 15 de setembro de 2007.
  15. Battaglia, FC, Lubchenco O. (1967). A practical classification of newborn infants by weight and gestational age. J Pediatr 71(2):159-63. ISSN 1097-6833. visto 15 de setembro de 2007. Em inglês.
  16. Tabela gráfica de Battaglia e Lubchenco. visto 15 de setembro de 2007.
  17. Ibarra Fernández, Antonio José (2007). «Valoração da ventilación» (em espanhol). Tratado Enfermaria Cuidados Críticos Pediátricos e Neonatales. Consultado o 30 de março de 2008.
  18. Amando Martín. Comissão de Inmunizaciones da Sociedade Venezuelana de Puericultura e Pediatría. Editorial (em espanhol). ARQUIVOS VENEZUELANOS DE PUERICULTURA E PEDIATRÍA Vol. 63 Suplemento 3, 2000. Último acesso 8 de abril, 2008.
  19. Fundação Nemours: KidsHealth.org (maio 2005). Guia para Pais Primerizos (em espanhol). visto 8 de abril 2008.

Bibliografía

Enlaces externos

Obtido de http://ks312095.kimsufi.com../../../../articles/c/ou/m/Comunicações_de_Andorra_46cf.html"