Visita Encydia-Wikilingue.com

Organização não governamental

organização não governamental - Wikilingue - Encydia

Uma organização não governamental (tanto em singular como em plural ONG) é uma entidade de carácter público, com diferentes fins e objectivos humanitários e sociais definidos por seus integrantes, criada independentemente dos governos locais, regionais e nacionais, bem como também de organismos internacionais.

Juridicamente adopta diferentes estatus, tais como associação, fundação, corporación e cooperativa, entre outras formas. Ao conjunto do sector que integram a ONG se lhe denomina de diferentes formas, tais como organizações da sociedade civil, sector voluntário, sector não lucrativo, sector solidario, economia social, terceiro sector e sector social. Seus membresía está composta por voluntários e trabalhadores contratados. Internamente podem ter um baixo ou alto grau de organização. O financiamento de actividades, geralmente prove de diversas fontes: pessoas particulares, Estados e outras Administrações Públicas, organismos internacionais, empresas, outra ONG, etc.

A expressão Organizações não Governamentais (ONG) nasceu a raiz do convite recebido por algumas organizações sociais por parte da ONU na década de 1960 , para assistir suas assembleias como convidadas. Dado que a ONU é uma organização de estados procurou-se diferenciar os níveis.[1]

Conteúdo

Âmbitos de acção

A ONG têm como rádio de acção desde um nível local a um internacional. Cobrem uma grande variedade de temas e âmbitos que definem seu trabalho e desenvolvimento. Ditos temas estão relacionados com ajuda humanitária, saúde pública, investigação, desenvolvimento económico, desenvolvimento humano, cultura, direitos humanos, transferência tecnológica, ecología, etc.

Não tratam de substituir as acções dos Estados ou organismos internacionais em seus correspondentes países senão de cobrir e ajudar naquelas áreas nas quais não existem políticas sociais ou económicas, ou bem quando estas políticas resultam insatisfactorias para alguns grupos da sociedade. Também denunciam as infracções dos governos, a corrupção e os abusos.

História da ONG

Têm existido aproximadamente desde o século XIX. Uma das mais antigas é a Cruz Vermelha, ainda que propriamente não é uma ONG por ter características particulares segundo seus estatutos e ao ser consequência de Convênios Internacionais. O reconhecimento formal da ONG é a partir do artigo 71 da Carta das Nações Unidas (1945):

O Conselho Económico e Social das Nações Unidas poderá fazer arranjos adequados para celebrar consultas com organizações não governamentais que se ocupem de assuntos de concorrência do Conselho.

Além de participar do sistema das Nações Unidas, também o fazem a nível dos Estados nacionais que correspondam em qualidade de observadores, consultores, ejecutantes de projectos, como uma forma de pressão social cidadã, etc.

Desde então o Conselho Económico e Social tem passado de 41 ONG reconhecidas com o status de consultivas em 1946 a umas 2350 ONG (2003). Número muito maior se incluem-se às que actuam só a nível local e regional.

A nível local podem ser criadas para ajudar aos meninos da rua, alfabetización, superação da pobreza, facilitar o acesso a moradia e bens, realizar investigação social, educação popular, defesa do médio ambiente, defesa dos direitos dos consumidores, ajuda social, promoção cultural, integração social, entre muitas outras.

Tipos de ONG

Uma classificação usada para os tipos de ONG, pode ser:[cita requerida]

  1. Organizações voluntárias
  2. Agências e organismos de serviços não lucrativos
  3. Organizações comunitárias ou populares
  4. Organizações não governamentais para o desenvolvimento (ONGD)
  5. Organizações de Imigração

Algumas actividades a nível internacional enfrentadas pela ONG são

ONG na Argentina

Na Argentina há actualmente ao redor de 123 ONG reconhecidas e 380.000 pessoas trabalhando nelas. A cada ano distribuem-se na ONG milhões de dólares em ajuda comunitária. A solidariedade mobiliza-se mais quando ocorre alguma catástrofe por fenómenos naturais como terramotos e inundações.

Nos últimos 10 anos, influenciado pelos meios de imprensa que são grandes sostenedores dos movimentos voluntários e sociais, se produziu uma mudança. A difusão do que fazem a ONG tem levado a que a cada dia mais gente dedique seu tempo a ajudar a quem o precisam.[2]

ONG em Espanha

Artigo principal: Anexo:Organizações não governamentais de Espanha

Veja-se também

Referências

  1. De Piero, Sergio. Organizações da Sociedade Civil. Buenos Aires, Paidós, 2005. pag. 41
  2. [1]

Enlaces externos

Obtido de http://ks312095.kimsufi.com../../../../articles/a/n/d/Andorra.html"