Visita Encydia-Wikilingue.com

Religião no Peru

religião no peru - Wikilingue - Encydia

O Peru é um país religioso. Raúl Porras Barrenechea, historiador, disse que o peruano era provavelmente o homem mais religioso do mundo. E é que no território do Peru, como em outras partes do mundo, a religião tem jogado um papel vital no desenvolvimento social e cultural das sociedades desde suas origens nos Andes (12.000 a. C.), passando pelos processos de gestación de sua civilização (3.000 a. C.), a formação política e cultural das sociedades andinas prehispánicas, e finalmente, a transformação religiosa a raiz da queda do Império inca e a tomada do poder pelos espanhóis, quem impuseram o catolicismo.

No Peru predomina o catolicismo. Este, chegado ao Peru acompanhando aos conquistadores, teve um encontro com a religião politeísta incaica o que produziu um sincretismo religioso, presente a todo o país em diversas maneiras e magnitudes. As religiões originais andinas concediam um alto valor à ajuda mútua, a solidariedade, a assistência aos mais precisados e o pleno respeito à natureza. Como o destacou José Carlos Mariátegui (1968:130), "Os rasgos fundamentais da religião inkaika são sua colectivismo teocrático e sua materialismo...A religião do quechua era um código Moral dantes que uma concepção metafísica,...o Estado e a Igreja identificavam-se absolutamente; a religião e a política reconheciam os mesmos princípios e a mesma autoridade." O primeiro encontro entre uma autoridade católica e uma autoridade incaica foi quando o Pai Valverde se entrevistou com o Inca Atahualpa, a quem lhe deu uma instância do Catecismo, lhe dizendo que era a Palavra de Deus. Quando o Inca levou a sua orelha a instância, tratando de escutar a voz de Deus e depois o lançou ao solo ante o falhanço de sua tentativa, o Pai Valverde gritou às hostes espanholas, escondidas e prontas para atacar, "Santiago, a eles, Eu vos absolvo!". Este grito de ataque militar foi o primeiro episódio onde a Igreja Católica actuou coordenadamente com os soldados espanhóis, para invadir e conquistar o Império Incaico.

Conteúdo

Igreja Católica Apostólica Romana

Artigo principal: Igreja Católica no Peru

Catolicismo: É a religião que tradicionalmente identifica à sociedade peruana e ao redor dela se celebram numerosas festividades que muitas vezes têm carácter sincrético com as religiões nativas. Ao redor de 85% da população identifica-se como católica. A constituição peruana reconhece o contribua que teve a religião católica à formação da nação peruana, mas ainda que a religião católica é a maioritária. A forma em como se pratica a religião católica no Peru é diversa, a chamada "religião popular" nasce do sincretismo religioso da religião católica e as práticas pré-hispânicas. No entanto, o catolicismo no Peru concorda com as linhas gerais da fé cristã católica, isto é, o amor ao próximo e o compromisso social, refletido nas numerosas obras de caridade, ajuda e assistência à população mais precisada, particularmente em campanhas organizadas por parroquias e inclusive alguns colégios particulares de corte religioso.

Ao chegar os conquistadores ao território que depois chamar-se-ia Peru no século XVI, começou a difusão da religião católica, que se foi impondo a suas pobladores. A Cruz do catolicismo acompanhou a presença conquistadores espanhóis e foi copartícipe da repartición das utilidades, extraídas do ouro e outras riquezas dos incas. Os colonos espanhóis que chegaram ao Peru seguiram com suas práticas católicas espanholas, entre elas dar doutrina a quem denominavam "os gentiles ou paganos". O clero espanhol destruiu a maior parte da herança cultural incaica, a religiosidad andina, mediante suas acções denominadas por eles mesmos como de "extirpación da idolatria". Como o sustenta Pierre Duviols (1986: XXVII), "Para os teólogos da Espanha do século XVI, os povos americanos dos reinos mais civilizados, como os aztecas e os incas, eram considerados paganos -ou gentiles- igual que os antigos gregos e romanos, porque adoravam muitas divinidades ou ídolos, pelo qual os povos andinos foram catalogados como idólatras"

Ademais, a cada um dos povos amazónicos tem uma mitología e religião própria e suas respectivas explicações sobre a origem do universo, os acontecimentos após a morte, os milagres de previdência, etc.

Igreja Evangélica ou protestante

As igrejas protestantes e evangélicas chegaram ao Peru com os emigrantes europeus e norte-americanos comprometidos na difusão da Biblia. Entre eles se destaca Diego Thomson, cidadão escocês que chegou ao porto do Callao no Peru o 28 de junho de 1822 convidado pelo libertador do Peru geral José de San Martín.O projecto de San Martín era que Thomson organizasse no Peru o sistema de formação dos maestros de escola, a fim de popularizar a educação, reservada até dantes da independência aos criollos e adinerados coloniales. Mais tarde destaca-se na difusão da fé cristã o misionero italiano Rev. Francisco Penzotti quem chegou ao Peru em julho de 1888. Os esforços de difusão das Sagradas Escrituras impulsionados pelo Rev. Francisco Penzotti permitiram depois a fundação da Igreja Metodista, primeira congregación protestante no Peru.

As igrejas protestantes históricas como o Anglicanismo, Presbiterianismo, Luteranismo ou Metodismo também baseadas na fé cristã, têm uma presença limitada e se destacam por sua contribuição social e política, ao reconhecer a importância do amor ao próximo e a solidariedade ao lado da fé. Isto se deduze de sua presença com centros educativos, centros médicos, comedores populares, etc. Iglesias como as Assembleias de Deus do Peru e a Aliança Cristã e Misionera nascem e crescem, se propagando por todo o território peruano, em um intenso labor misionera e apostólica. Nas décadas dos 70 e 80 nascem novas igrejas evangélicas, e constituem-se em importantes contribuas à sociedade. Água Viva, Caminho de Vida, Igreja Bíblica Emmanuel, Movimento Misionero Mundial, Movimento Evangelistico Misionero, são os nomes de algumas das muitas igrejas que a cada dia nascem, baseando seu trabalho na predicación e o discipulado dos novos crentes, formando também redes ou células dentro de lares cristãos, distribuídos nos distritos da cada departamento do Peru. A membresía das igrejas protestantes e evangélicas estima-se em ao redor de 4 milhões de pessoas. A maioria dessa população concentra-se nas igrejas evangélicas independentes. É importante assinalar que o ritmo mais acelerado no crescimento da população evangélica no Peru se deu a partir da década dos 70. De 1% então, tem chegado a superar o 12% no ano 2006.

Tanto a Igreja Católica como as Igrejas Protestantes vêem a Jesucristo como sua cabeça, mas a diferença está em que estas últimas não reconhecem ao Papa como autoridade na Terra. Por isso não há um líder único dentro da Comunidade Cristã nem um corpo colegiado que toma decisões acima de toda a congregación nacional, nem uma unidade dogmática, ritualista nem de outro tipo. No entanto, existem associações que agrupam a algumas igrejas e a pastores do Peru. Existem o Concilio Nacional Evangélico do Peru (CONEP) e a União Nacional de Iglesias Cristãs do Peru (UNICEP). Assim mesmo, está a Fraternidad Internacional de Pastores Cristãos (FIPAC).

Outras religiões

A Mesquita Bab ul Islão em construção (April 2007).

Com as migrações chegaram outras práticas religiosas ao Peru. Os chineses na primeira metade do século XIX, os judeus, as comunidades árabes e turcas, a cada grupo social trouxe sua própria religião, de tal maneira que se pratica no Peru, além da religião cristã, a religião budista, o Islão, a religião hinduista, entre outras.

A primeira forma arquitectónica de uma mesquita no Peru tem sido construída em Tacna . Na cidade de Lima encontram-se outros centros do Islão. Conquanto inicialmente a versão do Islão que veio ao Peru esteve muito influída pela seita do wahabismo (de moderna origem saudita e muito aceitada no Egipto) ou suas variantes contemporánes, também se encontra a versão pré-wahabita do Islão, estendida por todos os países islâmicos anteriormente à chegada do modernismo wahabita.

Bibliografía

Enlaces externos

Obtido de http://ks312095.kimsufi.com../../../../articles/a/t/e/Ate%C3%ADsmo.html"