Visita Encydia-Wikilingue.com

Turismo no Uruguai

turismo no uruguai - Wikilingue - Encydia

Turismo no Uruguai, Uruguai tem diferentes destinos turísticos entre os que se destacam Ponta do Leste, Piriápolis, Montevideo, Colónia do Sacramento, Salto, Lavalleja e Rocha entre outros. O turismo é um dos sectores mas importantes da economia uruguaia.


Conteúdo

Ponta do Leste

Artigo principal: Ponta do Leste
Ponta do Leste.

Ponta do Leste encontra-se localizada ao extremo sudeste do país, sobre uma pequena península que lhe dá nome e que se toma como limite convencional sobre costa uruguaia entre o Oceano Atlántico e o Rio da Prata. Suas praias dividem-se em Mansa (do lado do rio) e Brava (do lado do oceano). O nome dado a estas praias deve-se a que a primeira, ao dar ao Rio da Prata e estar protegida dos ventos e correntes procedentes do Oceano Atlántico, apresenta quase sempre suas águas bastante acalmas, enquanto a praia "Brava", ao ser já oceánica, possui um oleaje bastante mais impetuoso. Ponta do Leste está praticamente unida à cidade de Maldonado e para o este se estende amplamente, abarcando A Barra e José Ignacio. Conta com 122 hotéis, 80 restaurantes, um aeroporto internacional e um porto de yates que pode albergar 500 embarcações. Uns 8 quilómetros ao sudeste de Ponta do Leste encontra-se a Ilha de Lobos.

Piriápolis

Artigo principal: Piriápolis
Castillo de Piria.

Piriápolis é uma cidade e balneario do departamento de Maldonado, localizada a uma hora conduzindo para o este desde a capital, Montevideo. Tem uma população fixa de 7.579 habitantes, ainda que a população flutuante é muito maior, especialmente entre os meses de dezembro e março. Foi a primeira cidade balneario do país, hoje baixo a sombra de Ponta do Leste, maior e popular. Recebe muitos visitantes argentinos e uma quantidade crescente de europeus, ainda que o turismo interno é muito importante.

A cidade tem seu eixo em torno da Rambla dos Argentinos, uma avenida costanera que toma seu nome dos clientes maioritários dos hotéis do fundador da cidade, Francisco Piria. Com uma economia centrada no turismo, a cidade tem hotéis e casinos, uma vida nocturna muito activa nos meses de verão bem como parques públicos, centros religiosos, olhadores, etc. Em temporada alta, pode-se chegar a Piriápolis em ferry desde o porto de Montevideo e o de Buenos Aires.

A Capilla de San Antonio, na cume do cerro homónimo, um dos tantos que rodeiam a cidade, oferece uma vista panorámica e se pode chegar a ela por estrada ou por cadeira aérea. Para viajantes mais intrépidos oferece a possibilidade de escalar o terceiro cerro mais alto do país, o Pão de Açúcar, nas cercanias da cidade homónima, a uns 10 km fosse do balneario.

Nas cercanias de Piriápolis encontram-se formações rocosas sobre o mar, denominadas Ponta Fria, Ponta Colorada e Ponta Negra, que são excelentes pesqueiros para todo o ano. Também há praias de areias brancas como San Francisco e Praia Formosa, que estão a uma distância muito curta do centro do balneario.

A Pomba

Ilha A Tuna e porto ao fundo.
Artigo principal: A Pomba

A Pomba é um balneario oceánico localizado no Cabo de Santa María, fundado o primeiro de setembro de 1874. Encontra-se na zona este, no Departamento de Rocha. A distância que o separa de Montevideo é de 240 km, e se encontra a aproximadamente 90 km de Ponta do Leste e 160 km do Chuy, cidade fronteiriça com Brasil. Destaca-se por sua tranquilidade e suas formosas praias, cuja extensão aproximada é de 20 km. A população permanente é de 5.300 habitantes, aumentando com a chegada de turistas a 30.000 nos meses de verão (janeiro-fevereiro-março). O balneario deveria seu nome a que, antigamente o Cabo Santa María era uma ponta muito temida pelos navegantes, e desde longe devido à quantidade de rochas e a espuma das ondas, parecia se ver a silhueta de uma pomba.

As moradias são de estilo alpino, de desenho francês, a maioria são para o aluguer. A Pomba tem diferentes praias com diferentes características (com rochas, com ondas, de águas tranquilas, profundas, zonas de pesca). Algumas delas são A Aguada, Costa Azul, A Balconada, Anaconda e O Cabito.

No departamento de Rocha, também é um paraíso para os fanáticos do avistamiento de aves.[1]

Ponta do Diabo

Costa de Ponta do Diabo.
Artigo principal: Ponta do Diabo

O Balneario Ponta do Diabo era em suas origens um pequeno povo de pescadores. Localizado na costa do departamento de Rocha . A distância que o separa de Montevideo é de 298 km.

Suas praias, enquadradas em três pontas rocosas que conformam o "tridente", ocupam ao redor de 10 km de costa.

Sua população permanente é de 650 habitantes, em sua maioria pescadores e artesãos. Em verão transforma-se em uns dos principais balnearios uruguaios recebendo grande afluencia de turistas argentinos, brasileiros e europeus.

Montevideo

Artigo principal: Montevideo
Rua colorida em Montevideo.

É a cidade capital mais austral da América. Existem passeios, saídas, lugares de entretenimento e diversas atrações. Como amplos passeios verdes, tanto dentro da cidade como na periferia, se destacam o bairro Parque Rodou, que conta com um amplo parque de 25 hectares; o Parque Batlle, com vários quilómetros de extensão localizado onde se encontram o Estádio Centenário, estádio sede do primeiro mundial de futebol da história, dois estádios de futebol mais e o velódromo da cidade, bem como a pista de atletismo; o bairro do Prado também oferece amplos espaços verdes e lugares dignos de visitar; no bairro do Cerro, olhando à costa está o Parque Dr. Carlos Vaz Ferreira junto com o clube de golf do Cerro; na zona de Santiago Vázquez, no limite oeste com o departamento de San José, está o Parque Zoológico Lecocq e ao sul do mesmo o Parque Artigas.

Para os aficionados aos desportos ecuestres está o Hipódromo de Maroñas, onde se correm numerosas carreiras, sendo a mais tradicional o Prêmio Ramírez, que se disputa a cada 6 de janeiro.

Ademais, conta com importantes museus entre os que se destacam o Museu Torres García,[2] o Museu José Gurvich, o Museu Nacional de Artes Visuais e o Museu Juan Manuel Blanes. No predio do Museu Blanes pode-se visitar um formoso jardim japonês com um estanque onde se apreciam mais de cem carpas (peixes). Montevideo é a cidade do tango por excelencia no Uruguai sendo berço de muitos cantores que triunfaram no Rio da Prata.

Os "shoppings" ou shoppings converteram-se em uma importante atração para montevideanos e turistas, os que fazem suas visitas e compras de todo o tipo de artigos e artesanatos nacionais e importadas. Várias feiras concitan o interesse dos visitantes: Tristán Narvaja (domingos), no central bairro do Cordão; Villa Biarritz e Teça-a (sábados e terças-feiras), Parque Rodou (domingos) Pedras Brancas e Belvedere (também nos domingos), onde se podem encontrar desde obras de arte originais até "aquela" porca que precisamos para o relógio antigo.

Bairro Pocitos, Montevideo.
Praça Independência.

Colónia do Sacramento

Muralha de Colónia do Sacramento.
Artigo principal: Colónia do Sacramento

Colónia do Sacramento, denominada no médio local como Colónia, é a capital do departamento de Colónia. Localizada poucos quilómetros ao sudeste da confluencia do rio o Uruguai e o Rio da Prata, seu bairro histórico tem sido declarado Património da Humanidade em 1995 , ao ilustrar a fusão exitosa dos estilos português, espanhol e pós-colonial. Por sua proximidade com a cidade de Buenos Aires tem forte vínculo com ela. São numerosos os viajantes que chegam e partem com esse destino, e também os habitantes de Buenos Aires que têm propriedades nela. Existiu um projecto para unir ambas cidades através de uma ponte binacional. A singular preservación do meio tem permitido a utilização de suas ruas como exteriores de vários filmes de época, como Disso não se fala (1993) de María Luisa Bemberg, com Marcello Mastroianni como protagonista.

O Real de San Carlos é a zona das afueras de Colónia desde onde as tropas espanholas puseram lugar à praça forte portuguesa em 1761 . Seu nome é uma homenagem ao rei Carlos III de Espanha. Conta com uma pequena capilla dedicada a San Benito de Palermo, o primeiro santo negro da Igreja Católica. É hoje em dia uma zona residencial, com muitas casas de fim de semana, onde se pode desfrutar de praias tranquilas sobre o Rio da Prata de areias finísimas. No Real de San Carlos desenvolveu-se a princípios do século XX, por iniciativa do empresário argentino Nicolás Mihanovich, um complexo turístico, hoje em lamentável abandono, que contava com um hotel-casino (do que só se construiu um "Anexo"), Praça de touros, frontón de pelota basca (o maior de Sudamérica) e uma central eléctrica própria.

Salto

O departamento de Salto encontra-se a 500 km Montevideo; a mesmo conta com vários complexos de águas Termales. O mais importante é o de Daymán a 7 km da cidade de Salto, o qual tem um complexo público e várias opções privadas. A 10 km de dita cidade esta o Hotel Horacio Quiroga ( 5 estrelas) que também conta com parque acuático termal. Indo pela Rota 5 e a 70 km encontra-se o complexo Arapey o qual tem um sector público e um sector privado com um Hotel da corrente Barcelo (5 estrelas). Na capital departamental existem construções do afamado Ing. Eladio Dieste.

Lavalleja

O departamento de Lavalleja encontra-se entre serras; suas capital Minas a 120 km de Montevideo, o qual determina uma formosa paisagem para ser visitado. O mesmo tem diferentes saltos de água como ser o "Do Penitente",e Villa Serrana lugar de construções do famoso Arquitecto Julio Vilamajò , e o complexo Salus com sua Fonte do Puma.

Durazno

Praia O Sauzal.

O departamento está localizado no centro do país, é limítrofe com o Departamento de Flores, Flórida, Rio Negro, Tacuarembó, Cerro Longo e Trinta e três.

O turismo no departamento oferece diversas vetas: actividades artísticas culturais em massa (como o Pilsen Rock, Festival de folclore, Telefonemas, Movida tropical, etc.), turismo de camping e praia sobre o rio Yí, turismo de estadias e turismo em relação com o património histórico, arquitectónico ou de outro tipo. Estas vetas se complementam já que, por exemplo, os visitantes que chegam ao Pilsen Rock ou ao festival de folclore costumam coincidir também ao camping e/ou à praia.

O Camping mencionado leva por nome "33 Orientais", está situado em praia O Sauzal a orlas do rio Yí, e conta com um tupido monte autóctono.

Desde o ponto de vista do turismo patrimonial destacam-se as pinturas rupestres próximas aos ribeiros Maestre Campo e Chamangá e a capilla de Farruco, uma das construções coloniales mais antigas do Uruguai.

Tacuarembó

Ao norte do país, encontra-se o Departamento mais estendido do Uruguai. No mesmo, destacam-se o Balneario Iporá e Vale Edén, bem perto da cidade de Tacuarembó, e San Gregorio de Polanco, com suas murales, realizados por alguns dos mais importantes artistas plásticos uruguaios. Vale Edén concita um atractivo especial de visitantes em procura da casa natal de Carlos Gardel.

Referências

Obtido de http://ks312095.kimsufi.com../../../../articles/a/r/t/Artes_Visuais_Cl%C3%A1sicas_b9bf.html"