União Panamericana

união panamericana – Wikilingue – Encydia

União Panamericana (ou União Pan-Americana) organismo dependente da União das Repúblicas Americanas criada por resolução da IV Conferência Interamericana de 1910 celebrada em Buenos Aires. Em abril de 1948 é substituído pela OEA. Desde esse ano e até a reforma do Protocolo de Buenos Aires (1967, em vigor 1970), era a designação da Secretária Geral da OEA. Teve sua sede em Washington D.C.

Anteriormente foi conhecida como: Escritório Comercial das Repúblicas Americanas (1890-1902) e Escritório Internacional das Repúblicas Americanas (1902-1910). A data de criação do primeiro destes organismos, 14 de abril de 1890 , é celebrado como no dia das Américas.

Antecedentes da União Panamericana

Na I Conferência Interamericana (1890) cria-se a União Internacional das Repúblicas Americanas com um Escritório Comercial das Repúblicas Americanas, encarregada de compilar e distribuir informação comercial. Inicialmente supervisionado pelo Secretário de Estado dos Estados Unidos até a criação do Conselho Superior em 1897. Em 1902, por resolução da II Conferência Interamericana é alterar# para Escritório Internacional das Repúblicas Americanas e com uma notável ampliação de suas funções. Desde 1910 existiu uma confusão em denominar tanto a associação de estados, União das Repúblicas Americanas, como sua secretária pelo nome desta última, União Panamericana.

Funções da União Panamericana

Suas funções, em 1890, eram compilar e distribuir informação comercial. Principalmente tarifas aduaneiras, regulamentos, tratados e estatística. Para isso a cada nação devia enviar duas instâncias de seus documentos oficiais, bem como regulamentos, acordos e dados estatísticos. Desde 1901 reúne e archiva todos os documentos e actas das Conferências Interamericanas. Reorganizada e ampliadas suas funções em 1906 a reunir todos os tratados e convenções entre os estados americanos e estados não americanos, informar ante as conferências interamericanas com respeito às resoluções emitidas, contribuir a ratificar as resoluções e convenções das conferências, dar cumprimento às resoluções das conferências, informar a respeito de seus labores e assuntos que lhe foram encomendados às conferências interamericanas. Financia-se através das quotas dos países membros. É designado como comité permanente das conferências desde 1906.

Uma de suas funções era a edição de uma publicação mensal em castelhano, inglês, português e francês denominado sucessivamente: Boletim do Escritório Comercial das Repúblicas Americanas (1897-1907), Boletim do Escritório Internacional das Repúblicas Americanas (1907-10), e finalmente Boletim da União Panamericana (1910-48). Bem como a publicação de folletos, mapas, cartas geográficas e topográficas. Administrava e encarrega-se de reunir o material da Biblioteca Colón. Registava e custodiava os tratados e convênios interamericanos.

Organização da União Panamericana

A estrutura de sua organização foi evoluindo segundo os acordos e resoluções da cada Conferência Panamericana. Os principais organismos e suas funções eram os seguintes com sua evolução através do tempo:

  • A Conferência interamericana ou panamericana. Instância política superior e de consulta. Integrada por delegações dos países americanos. A cada país tem um voto e as decisões tomam-se por consenso ou maioria. Desde 1923 a cada país americano integra-a por direito próprio.
  • O Conselho Directivo, criado em 1901, estava integrado por um delegado da cada país americano acreditado ante o Governo de EE.UU. e seu presidente ex officio era o Secretário de Estado dos EE.UU. Em 1906 é a encarregada de convocar a Conferência. Desde 1923 a cada país americano integra-a por direito próprio e o Conselho elege entre seus integrantes um Presidente e Vice-presidente anualmente. Pode convocar, desde 1933, por decisão de dois terços de seus integrantes uma Conferência. Como resultado das resoluções da Conferência Interamericana sobre Problemas da Guerra e da Paz (1945) trata também qualquer assunto que afecte o funcionamento, a solidariedade e bem-estar do sistema interamericano, que não seja atribuição de uma Conferência ou das Reuniões de Ministros de Relações Exteriores; e convocar as reuniões de Consulta dos Ministros de Relações Exteriores. Entre suas funções estava a elaboração do orçamento da secretária.
  • Um Director Geral, nomeado pelo Conselho Directivo que tem a seu cargo a administração da União Panamericana. Designado por 10 anos sem reeleição segundo resolução de 1945. Entre 1890-1906 era nomeado pelo Secretário de Estado, desde esta última data fá-lo o Conselho Directivo. (para nomina de Directores ver tabela).
  • Em 1910 se auspicia na cada república americana a instalação de Comissões Panamericanas (1910) ou escritórios ou comissões anexas (1923), Comissões nacionais (1923), adjuntas e dependentes dos Ministérios de Relações Exteriores. Suas funções são de enlace com a União Panamericana, gerir a aprovação das resoluções das Conferências, fornecer os dados que a União precisa, bem como a iniciativa de apresentar projectos convenientes para os fins da União. Às anteriores agrega-se em 1938, receber, classificar e distribuir entre as dependências do governo o material enviado pela União, realizar estudos locais por encarrego do escritório central, trocar informação com suas comissões ou escritórios similares na América e outros continentes.
  • A partir de 1936 estabelece-se como instância a Reunião de Consulta de Ministros de Relações Exteriores, como substituição pontual da Conferência, e como mecanismo de consulta política, legal e económica ou em temas de comum acordo e interesse. As reuniões criam o Comité Jurídico Interamericano (criado em 1939 , como Comité de Neutralidade), Comité Consultivo de Emergência para a Defesa Política e a Junta Interamericana de Defesa.
  • Ademais mantinha relações com os seguintes organismos panamericanos oficiais (alguns deles respondiam ante a Conferência Panamericana ou eram autónomos):
    • Escritório Sanitário Panamericana (1902, conhecida como o Escritório Sanitário Internacional até 1923)
    • Instituto Internacional Americano de Protecção à Infância (1927)
    • Instituto Panamericano de Geografia e História (1928)
    • Comissão Interamericana de Mulheres (1928)
    • Instituto Indigenista Interamericano (1940)
    • Instituto Interamericano de Ciências Agrícolas(1942)

Teve tentativas de proveer uma estrutura e existência permanente por via de uma Convenção em 1928 a qual só foi aprovada por 16 dos 22 países americanos não entrando em vigor ao requerer a totalidade dos países americanos em sua participação. A Carta de Bogota que cria a OEA recolhe grande parte dos fins e organização da União Panamericana.

Director Geral Escritório Comercial das Repúblicas Americanas
William E. Curtis (EE. UU.) 1890-1893
Clinton Furbish (EE.UU.) 1893-1897
Joseph P. Smith (EE.UU.) 1897-1898
Frederic Emory (EE. UU.) 1898-1899
William W. Rockhill (EE.UU.) 1899-1902
Director Geral do Escritório Internacional das Repúblicas Americanas
William W. Rockhill (EE.UU.) 1902-1905
William C. Fox (EE.UU.) 1905-1907
John Barrett (EE.UU.) 1907-1910
Director Geral da União Panamericana
John Barrett (EE.UU.) 1910-1920
Leio S. Rowe (EE.UU.) 1920-1946
Pedro de Alva (México) 1946-1947 interino
Alberto Lleras Camargo (Colômbia) 1947-1948

Obtido de http://ks312095.kimsufi.com../../../../articles/a/r/t/Encydia-Wikilingue%7EArt%C3%ADculos_solicitados_2358.html“